Noticia
Isto Cremos.

Isto Cremos.

 

Do Senhor Jesus

Um Batista Bíblico crê numa Bíblia sobrenatural, que fala de um Cristo sobrenatural, que teve um nascimento sobrenatural, que disse palavras sobrenaturais, que fez milagres sobrenaturais, que viveu uma vida sobrenatural que morreu uma morte sobrenatural, que ressuscitou num esplendor sobrenatural, que fez intercessão como sacerdote sobrenatural e que um dia voltará em glória sobrenatural para estabelecer um reino sobrenatural sobre a terra. (1)

 

Do nascimento virginal

Cremos que Cristo foi gerado do Espírito Santo, de uma maneira milagrosa; nascido de Maria, uma virgem, como um homem jamais nasceu de mulher, e que Ele tanto é o Filho de Deus como é Filho do homem. Gn. 3.15; Is. 7.14; Mt.1.18-25; Lc. 1.35; Mc. 1.1; Jo.1.14; Sl.2.7; Gl.4.4; 1 Jo 5.20; 1 Co. 15.47.   (2)

 

Jesus Cristo possuía duas naturezas: a divina e a humana

“À união da Divindade com a humanidade era essencial à constituição da Pessoa de Cristo. Segue-se, portanto, que o Cristo é o Deus-Homem. A Divindade e a humanidade se acham unidas nEle, ainda que não estejam misturadas. Sua humanidade não é deificada, nem sua Divindade é humanizada. Isso é claramente impossível. A Divindade não pode tomar em sua essência qualquer coisa finita, e o humano é finito. A humanidade não pode ser absorvida na Divindade a ponto de passar a fazer parte desta. As duas naturezas terão que permanecer sempre distintas, ao mesmo tempo que a Pessoa de Cristo, formada pela sua união, será sempre una e indivisível. Que Ele possui as duas naturezas em uma só Pessoa é verdade, e sempre há de ser verdadeiro acerca do Messias. Temos que confessar que se trata de um mistério; não é por causa disso, porém que a doutrina deva ser rejeitada.” - Pendleton. (3)

 

  • Declaração doutrinária das Igrejas da Comunhão Batista Bíblica Nacional, pag. 11, Introdução
  • Declaração doutrinária das Igrejas da Comunhão Batista Bíblica Nacional pag. 13, Do nascimento virginal
  • Bancroft, Emery H, DD – Teologia Elementar Doutrinária e Conservadora, Editora Batista Regular, São Paulo, 1979, Pag. 109

 

 

 



MFC
 


© 2015 CBBN | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR INOVA.