História

ORIGEM DOS BATISTAS BÍBLICOS

A História da Comunhão Batista Bíblica Internacional (Baptist Bible Fellowship International) é uma crônica de pessoas, eventos, lutas, realizações, derrotas e vitórias.

É também a história de Deus em ação em nosso mundo moderno tocando vidas, salvando almas, fundando igrejas, enviando missionários e espalhando o Evangelho. A história da BBFI não pode ser apresentada com muitos detalhes nesse pequeno espaço disponível aqui. Essa breve história esboçará os elementos básicos de nosso passado, tais como as circunstâncias que foram “pano de fundo”, princípios, desenvolvimento através de décadas, estrutura, qualidade, mudanças e estado atual.

CIRCUNSTÂNCIAS QUE FORAM “PANO DE FUNDO”

O ataque ao Cristianismo histórico pelo Racionalismo alemão e liberalismo teológico no final do século dezenove chegou ao conhecimento de estudiosos cristãos de muitas denominações. Em 1909, essa reação foi documentada em cinco volumes chamados

”Os fundamentais”. Quatorze fundamentos considerados essenciais ao Cristianismo, foram apresentados. Eles foram: a Inspiração da Bíblia, a Depravação do homem, Redenção através do sangue de Cristo, a verdadeira Igreja formada somente por crentes, a vinda corpórea do Senhor para estabelecer o Seu Reino, a Trindade, a queda de Adão, a necessidade de um Novo Nascimento, total libertação da culpa na salvação, a segurança da salvação, Cristo como centro da bíblia, o andar no Espírito, a ressurreição de ambos: crentes e não crentes, e o amadurecimento da era atual para julgamento.

REAÇÃO CONTRA LIBERALISMO TEOLÓGICO

Como liberalismo teológico, também chamado modernismo, invadiu as Convenções, Batistas Fundamentalistas como W. B. Riley, J. Frank Norris, T.T. Shields e outros se levantaram, preocupados, contra essa invasão. Em 1921, eles organizaram a União Batista Bíblica para dar voz à sua posição unida a favor dos fundamentais em oposição ao modernismo.

Desde que líderes não concordavam em alguns aspectos, essa organização finalmente se desintegrou, e os líderes perseguiram o fundamentalismo de várias maneiras diferentes.

ANTIGAS MISSÕES BATISTAS INDEPENDENTES

Em 1928, a Comunhão Missionária Batista Fundamental Mundial (Mais tarde chamada Comunhão Batista Mundial), foi estabelecida sob a liderança de Norris como uma reação contra invasões modernistas na Convenção Batista do Sul. Um Centro de Treinamento, o Seminário Batista Bíblico, a Organização Missionária e uma publicação “O FUNDAMENTALISTA” foram estabelecidos. Em 1932, a Associação Geral das Igrejas Batistas Regulares foi estabelecida sob a liderança de Robert Ketcham como uma reação contra o liberalismo na Convenção Batista do norte. Essas organizações Batistas Independentes de pastores e igrejas foram estabelecidas para defender e propagar os fundamentos do cristianismo histórico e as diferenças entre Batistas.

Dificuldades dentro do grupos anteriores trouxeram a Comunhão Batista Bíblica Internacional (Baptist Bible Fellowship International) à existência.

FUNDAÇÃO DA BBFI

Por muitos anos J. Frank Norris, o líder dominante da Comunhão Missionária Batista Fundamental Mundial, teve um duplo pastorado em Forth Worth, Texas, e Detroit, Michigan. De 1936 em diante, seu associado, G. B. Vick, foi o líder residente da igreja de Michigan, levando-a à um crescimento dinâmico. Em 1948, Vick relutantemente concordou em se tornar o presidente do Seminário Batista Bíblico de Forth Worth, Texas, a escola da Comunhão. Ele reconheceu o potencial de discordância com Norris, mas concordou sob garantia de nenhuma interferência.

O seminário deu passos largos em numero de matrículas, construção de um dormitório e finanças.
Em maio de 1950, Norris fez oposição à liderança de Vick na escola. Antes que Vick chegasse a Forth Worth e a Comunhão pudesse se reunir, Norris o desapossou e empossou outro presidente.

Quando a Comunhão se reuniu, houve vigoroso debate, as atuações de Norris foram desafiadas, ocorreu um impasse. Vick, resignado, encontrou com 120 pastores e simpatizantes no Texas Hotel para considerar uma nova organização, e a BBFI nasceu.
Com isto, o Colégio Batista Bíblico (Baptist Bible College), o Escritório de Missões, e a Tribuna Batista Bíblica foram fundados.

W. E. Dowell se tornou o primeiro presidente da BBFI, Vick foi nomeado para liderar a nova escola, Fred Donelson se tornou o diretor de Missões e Noel Smith foi o
editor que fundou a Tribuna Batista Bíblica.

A PRIMEIRA DÉCADA DA BBFI

Durante a primeira década da BBFI, havia uma luta para vencer a dor da rigidez da organização anterior, luta para concordar sobre organização, procedimentos e funções, a luta para construir instituições que servissem à BBFI.

No decorrer da primeira década, vitórias, progresso e crescimento foram evidentes.

No Colégio Batista Bíblico, sete prédios novos foram construídos e as matrículas aumentaram de 107 para 565. Setecentos e dezesseis (716) estudantes se formaram, e muitos edificaram igrejas por todo país.

Comunhões de Estados ou áreas foram iniciadas para progredir a causa de implantar igrejas, Trabalho missionário e o treinamento de futuros pastores , missionários e obreiros. Outros Batistas independentes também se uniram à nova Comunhão, e a atividade missionária aumentou. Fundos manuseados no Escritório de Missões em 1959 totalizaram $ 774.885,00 dólares. No início de 1960, 169 missionários da BBFI estavam atuando em 17 campos do Mundo.

1960 – UM ANO DE DECISÃO SOBRE A NATUREZA BA BBFI

Quando se iniciou a nova década, foi óbvio que todas as leis originais e organização eram obsoletas. Muitos meses foram gastos em oração e discussão com respeito a personalidade ou natureza da Fellowship. No encontro de setembro na cidade de Oklahoma, foi unânime a decisão tomada pelos pastores de rejeitar a idéia de uma denominação e manter uma Comunhão entre pastores e igrejas.

Essa decisão foi baseada no princípio absoluto da autonomia e soberania da igreja local. A Nova Constituição e Leis estabeleceram uma Comunhão voluntária mantendo a organização, envolvendo diretores regionais e a garantia de que essa organização não infringisse ou prejudicasse a liberdade e liderança própria da igreja local.

OS ANOS 60 E O DINÂMICO CRESCIMENTO DA BBFI

Durante os anos 60, um crescimento contínuo caracterizou a BBFI. As inscrições do Colégio chegaram a 1370 antes que a década terminasse. Mais nove prédios foram erguidos, incluindo o Fieldhouse (Ginásio) que tem 5000 assentos e uma estação de rádio. Formandos totalizaram 2481 e a implantação de igrejas continuou a ser levada á sério.

Uma Nova Escola – Colégio Batista Bíblico da Costa Pacífica que se associaria à Fellowship começou em 1966 no sul da Califórnia. Pastores e Igrejas no livro de igrejas da Fellowship (Fellowship Directory) em 1969 totalizaram 1594. Isso representou um crescimento firme em novas igrejas assim como a adição de outras igrejas Batistas Independentes à BBFI. Em 1968, o diretor de Missões Fred Donnelson aposentou e Jack Bridges foi nomeado para ocupar o seu lugar. Em 1969, o Escritório de Missões manuseou $ 2.939.980,00 dólares em fundos. Ao começar a nova década 336 missionários da BBFI estavam em 32 campos missionários. O livro América’s Ten Largest Sunday School” escrito em 1969 por Elmer Towns publicou que as 10 maiores Escolas Dominicais da América faziam parte da BBFI.

A DECADA DOS ANOS 70 FOI UM PERIODO DE TRANSIÇÃO

Vários acontecimentos sugerem que os anos de 1970 foram anos de transição para a BBFI. Devido a demissão de Jack Bridges, a BBFI nomeou Carl Boonstra como seu terceiro diretor da Missão em 1972. Alguns dos líderes fundadores saíram de cena nos anos 70, passando o bastão para outros. O editor fundador da Tribuna Noel Smith partiu desta vida em janeiro de 1974, Wendell Zimmerman foi então nomeado editor da publicação. O fundador e diretor de missões Fred Donnelson faleceu um mês depois. O presidente fundador do Baptist Bible College (Colégio batista Bíblico). G. B. Vick partiu desse mundo para a sua recompensa em 1975, e o Sr. W. E. Dowell foi eleito para sucedê-lo em 1976. Uma nova escola da Fellowship foi iniciada na costa leste. O Colégio Batista Bíblico do Leste começou em Nova York e depois mudou-se para seu atual local Boston – Massachussets.Seu primeiro presidente foi A.V. Henderson.

ORGANIZAÇÃO BEM AFINADA EM 1976

A estrutura da Fellowship também foi mudada em 1976. O então presidente da BBFI, John Rawlings, e outros sentiram que o sistema de diretores regionais era antiquado desde que deixou o estado de crescimento e áreas da Comunhão com representação inadequada. Depois de estudar, planejar, compartilhar e discutir, a BBFI aprovou sua atual constituição e leis. Esta dá vaga para cinco oficiais nacionais. Presidente, Primeiro Vice-Presidente, Segundo Vice-Presidente, Secretário e Tesoureiro. Elas também dão vaga para um diretor ou representante para cada uma das Comunhões dos Estados. Os diretores divididos em três comitês de suporte que lidam com procedimentos, missões e educação.

Os escritórios dos presidentes dos Colégios, os administradores do Colégio, o diretor de Missões e o editor da Tribuna, ficaram como antes. Entre outros aperfeiçoamentos, foi legalizado um método que permitisse que outros colégios Batistas Independentes providenciassem treinamento missionário para os futuros missionários da BBFI. Ultimamente, o Colégio Batista Bíblico Atlântico do estado da Virgínia, O colégio Batista Cristão (Hoje Universidade Batista da Louisiana) e o Colégio Batista Bíblico da Costa Pacífica (hoje Colégio Bat. Bíblico Heartland) foram escolas aprovadas pela BBFI juntamente com o Colégio Batista Bíblico de propriedade da Fellowship e o Colégio batista Bíblico do Leste.

Durante a década as matrículas do BBC alcançaram seu ápice(2.481) e constavam de 2997 igrejas no livro chamado “Directory” que se identificaram como igrejas que faziam parte da BBFI. As ofertas que passaram pelo Escritório de Missões totalizaram $10.567.951,00 dólares e 528 missionários da BBFI estavam em 57 campos do mundo no final da década.

OS ANOS 80 TROUXERAM AUTO-AVALIAÇÃO E RENOVAÇÃO

Durante a década de 80 uma nova geração de líderes surgiu com tendências significativas e novos problemas que afetaram a BBFI. Em 1983 W. E. Dowell, Sr., se aposentou como presidente do BBC e foi nomeado o Chanceller A. V. Henderson, que foi presidente do BBC do Leste como seu sucessor. Wendell Zimmerman aposentou-se como editor da Tribuna em 1983 e James O. Combs foi nomeado editor em seu lugar. Foi uma época em que muitos dos patriarcas fundadores saíram de cena e faltou aos líderes mais novos as experiências comuns e os propósitos que uniram seu primitivo contrapartido num movimento unificado.

Fidelidades divididas se tornaram evidentes entre as regiões do país, as várias escolas e as filosofias pessoais de ministério.

Com o contínuo declínio nas matrículas do BBC, o declínio na freqüência das igrejas por todo pais, o aumento no custo do ministério, etc… questões, críticas e auto-exame, se tornaram comuns. Uma crise na condição financeira do BBC ( em 1985 – 1986) trouxe intendo foco sobre o funcionamento e operação do Colégio. Em 1986 Henderson renunciou como presidente do BBC e BBCE. Leland Kennedy foi então nomeado Líder da Escola do Missouri, e Harry Boyle foi colocado como presidente do BBC do Leste(BBCE). Também durante 1986 Bob Baird foi nomeado para suceder Carl Boonstra como diretor de Missões. Uma série de reuniões em Maio de 1988 na formatura do BBC resultou na publicação de uma lista enorme de tópicos com discussões críticas e conflitos verbais. Quando a poeira abaixou, o resultado foi que houve entendimento entre as partes e fidelidade ao trabalho da Fellowship e suas instituições, os colégios e os propósitos de ganhar almas, implantação de igreja e trabalho missionário.

Enquanto isso, a implantação de igrejas continuou nos Estados Unidos e fora do país. Em 1989 o editor James Combs mudou o formato da Tribuna Batista Bíblica – de um jornal para uma revista.
Houve uma inversão nos 12 anos de declínio das matrículas do BBC e houveram 2939 pastores e igrejas que se identificaram com a BBFI, isso consta no livro “Directory
“No fim da década 734 missionários da BBFI estavam servindo ao Senhor em 80 campos do mundo, e as ofertas manuseadas pelo Escritório de Missões totalizaram $ 19.004.880,00 dólares.

BBFI NOS ANOS 90

Durante os anos 90, o trabalho da BBFI continuou o mesmo de antes. Em 1992, o editor James Combs começou uma revista irmã chamada “The Baptist Preacher”(O Pregador Batista). Um levantamento de pastores da Fellowship foi realizado em 1993, e o grande número dos que responderam à pesquisa providenciaram dados que foram significantes e descritivos dos especificamente Batistas da BBFI e Batistas Independentes em geral. Uma reportagem do laudo desta pesquisa está contido no livro do autor “A Profile of Independent Baptist Pastors and Churches”( Um Perfil dos Pastores Batistas Bíblicos Independentes e Igrejas)

UM PERFIL DE PASTORES E IGREJAS NOS ANOS 90

Daquela pesquisa, foi determinado que um pastor da BBFI em seus quarenta, tem pouco mais de 10 anos de experiência, tem pastoreado sua igreja por pouco mais de cinco anos, tem um número pequeno de ovelhas e é formando do Colégio Bíblico com outros treinamentos.

Características comuns da Fellowship: uma Escola Dominical com menos de 200 na freqüência, mas crescendo. O grupo de jovens tem menos de vinte, provavelmente sem um pastor para jovens que receba salário. A igreja comum, deve estar localizada em qualquer parte dos Estados Unidos, mas provavelmente na área suburbana. Ela comumente tem 10 anos de idade com um pastor integral e secretária paga. Ela oferece uma variedade de classes com treinamentos especiais para auxiliar o cristão no desenvolvimento espiritual e lidera reavivamentos ou cruzadas regularmente.

A pesquisa também mostrou que as doações são crescentes em igrejas individuais, sendo mais comum o método de Promessas pela Fé. A BBFI tem sido um movimento de implantar igrejas e a pesquisa sugeriu que deve continuar como indicaram 22% dos pastores que sua igreja seria a patrocinadora principal de uma nova igreja num futuro próximo. As regiões de maior atividade na implantação de igrejas na BBFI são: Noroeste, Sudeste e Nordeste. Em 1995, James O. Combs se aposentou como editor da Tribuna e o autor (Sr. Mike Randall), foi nomeado para substituí-lo.

Em 1998, a BBFI teve a sua reunião de Setembro em Sheerbrooke, Quebec – Canadá. Esta foi a primeira vez que um encontro nacional aconteceu fora das fronteiras dos Estados Unidos. Também em 1998, o Colégio Batista Bíblico da costa Pacífica mudou-se para a cidade de Oklahoma – no estado de Oklahoma e o nome também foi mudado para Heartland Baptist Bible College. Em 1999, um programa nacional para fundar novas igrejas chamado de Projeto “Judéia-Samaria”, foi aprovado pelos pastores.

COMEÇANDO UM NOVO SÉCULO

O trabalho da BBFI – Ganhar almas, implantar igrejas, missões mundiais, construção de prédios para igrejas, alcançar e discipular vidas – permanece como propósito e coração da Fellowship ao iniciar o ano jubileu de 2000. No final do ano de 1999 haviam 3326 pastores e igrejas que se identificaram com este movimento consentindo que fossem alistados no rol das igrejas da Fellowship. (Fellowship Directory). A BBFI é proprietária do Escritório de Missões, do ministério de publicações da Tribuna Batista Bíblica, do Colégio Batista Bíblico(BBC) e do Colégio Batista Bíblico do Leste(BBCE). Três outras escolas foram aprovadas para providenciar treinamento missionário: Atlantic Baptist Bible College, Heartland Baptist Bible College e Louisiana Baptist University. Atualmente 880 missionários da BBFI estão servindo em 111 campos do mundo, 34 capelões estão servindo nas Forças Armadas dos Estados Unidos, e existem 18 pessoas no corpo docente do Escritório de Missões para o ano fiscal que encerrou em 30 de Junho de 1999 – totalizaram $ 31.814.400,00 dólares. Esses números revelam que a mão de Deus está operando entre os pastores, igrejas, missionários, colégios, instituições e ministérios da BBFI. Que Deus receba a glória, e que o glorioso Evangelho de Jesus Cristo continue a ser espalhado por todo o mundo.

Mike Randall – Baptist Bible Tribune
Traduzido por Priscilla de Souza Cano

 



© 2015 CBBN | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR INOVA.