Artigo
O sucesso do Lar depende de Deus
Família

O sucesso do Lar depende de Deus (Sl. 127.1-2).

    Você já parou pra pensar como é difícil fazer coisas que você jamais fez? Dirigir um carro, operar uma máquina, ou um computador? Tudo é difícil para quem nunca fez.

    Construir uma família é algo que nunca fizemos antes!

    Edificar uma família é como construir uma casa com as próprias mãos sem nunca ter feito isso antes. É um dos desafios maiores da vida. O bom senso nos diz que precisamos buscar ajuda e orientação de outros, principalmente de Deus, o projetista e construtor da família.

    Apesar de nos julgarmos competentes para a tarefa de construir um lar bem ajustado, sempre surgem fatores que fogem ao nosso controle e previsão.

    Mesmo que nossos planos e intenções sejam os melhores, não conseguiremos superar certas crises sem a ajuda de Deus.

    Quando nos casamos nem temos ideia das circunstâncias que poderão nos sobrevir: Doença, depressão, conflitos interpessoais, intromissões de parentes, medos, traumas, crise financeira, infidelidade, e uma gama de problemas que podem arruinar uma família em pouquíssimo tempo.

    Se quisermos ter sucesso em edificar um Lar abençoado precisamos compreender que:

    A presença de Deus é essencial para o bem estar e sucesso da família.

    Por que a presença de Deus é essencial para a vida de uma família?

    Quero destacar 3 áreas em que a presença de Deus faz toda a diferença no lar.

  1. Deus é o principal agente de construtor do lar. “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam” (Sl. 127.1).

Muitos casais estão tentando hoje construir seus lares sem a ajuda de Deus, o grande arquiteto e construtor.

Todo esforço humano, sabedoria, maturidade, experiências serão desastrosos e inúteis para construir um lar feliz, se Deus não atuar neste projeto.

O casamento é uma aliança (um pacto, um compromisso sério e permanente entre duas pessoas), de se amarem e viverem juntos e construir um lar segundo os propósitos de Deus.

O casamento é um fator que dá estabilidade ao relacionamento do casal. O compromisso formal é um dos alicerces de um casamento estável e duradouro.

Um lar em que se busca a felicidade tem que ser firmado sobre os alicerces que o seu edificador divino propõe em seu projeto, a Palavra de Deus. O princípio de só dizer a verdade (Ef. 4.25); O princípio de se comunicar em amor (Ef. 4.15); O princípio do perdão (Ef. 4.32); O principio do papel de cada um (Esposa: Sujeitar-se e respeitar; Marido: Amar e liderar; Filhos: Obedecer); O princípio da intimidade (Gn. 2.24);

O amor é um elemento que sem o qual o lar é como uma casa sem telhado. Um lar edificado por Deus terá como cobertura o genuíno, sincero e puro amor. O casal e seus filhos estarão protegidos debaixo da cobertura do amor. “O amor é bondoso, paciente, não inveja, não se gloria, não se orgulha, não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

  1. Deus é o principal agente protetor do lar. “Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (Sl. 127.1.b).

Na antiguidade as cidades eram muradas e guardadas por sentinelas, que vigiavam o tempo todo e davam o alarme no caso do menor perigo.

A família tem hoje muitos inimigos dos quais ela precisa ser guardada e protegida.

Alguns de seus inimigos são tão poderosos que só Deus pode oferecer segurança e proteção.

Sem a proteção de Deus, sua família será como uma cidade sem muros.

Eis alguns inimigos que a família necessita da proteção de Deus.

Egoísmo exacerbado: No lar sem Deus, cada um procura seus próprios interesses, satisfação e felicidade, sem se importar com os demais.

Materialismo: Pessoas estão preocupadas em obter coisas e sucesso profissional e financeiro para garantir um lar feliz. O que traz a felicidade não são coisas, mas pessoas. Não adianta viver num palácio de conforto e luxo, mas sem amor, paz, união, saúde e comunhão com Deus. A principal coisa da vida não são coisas.

Infidelidade: O assédio diário feitos aos cônjuges por pessoas fora do lar têm levado muitos à infidelidade e adultério. Fato que uma vez consumado e descoberto é de difícil superação pelo casal.

Poluição Mental e Moral que vem através da TV e meios de comunicação em massa é outro inimigo da família. A perversão moral ataca pais e filhos de modo destruidor.

Filosofias, ideias e pensamentos que desvalorizam e desprestigiam a família.

Crises: Profissional, desemprego, financeira, saúde, pessoal, etc.

Só Deus pode proteger a família: Ele levanta as linhas de defesa, transforma o coração dos cônjuges, transforma circunstâncias, dá paz no meio da provação, dá fé quando estamos desiludidos, dá esperança quando tudo parece perdido, dá serenidade quando todos estão desesperados, da forças na fraqueza, protege de inimigos invisíveis e imperceptíveis...

 

  1. Deus é o principal agente Sustentador do lar. “Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono”.

O lar precisa contar com Deus para a sua provisão material (Sl. 37.25).

Na vida material do lar, às vezes parece que fazemos tanto esforço e não conseguimos chegar a lugar algum. Trabalhamos e parece que recebemos o salário num saco furado. (Ag. 1.6)

Precisamos aprender a confiar a Deus nossas finanças e necessidades materiais. (Sl. 37.3-5).

É necessário que reconheçamos que tudo pertence a Deus e nós somos apenas administradores seus.

Se honrarmos ao Senhor em nossa vida financeira, ele manifestará a sua sobrenatural provisão de todas as nossas necessidades. (Pv. 3.9-10).

O lar precisa contar com Deus para sua provisão espiritual

“Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus” (Mt. 4.4).

Os pais são responsáveis por prover alimento espiritual para seus filhos no lar. ( Dt.6.6-7).

O pai deve ser o sacerdote da família (Jó 1.4-5).

A família deve ser conduzida à igreja para comunhão e edificação espiritual (Sl. 122.1).

A família precisa de paz. (Fp. 4.6-7).

A família precisa de esperança 1 Tm. 1.1.

 

A grande questão: Deus é o Senhor do seu lar ou foi colocado fora dele?

Precisamos nos convencer de que a atuação de Deus é essencial em nossa família como construtor, protetor e provedor.

Sem Deus o lar fracassará. O sucesso da família depende do Senhor.

Sem Deus o lar será uma instituição desprotegida, frágil, mal construída.

Sem Deus as necessidades emocionais e espirituais não serão supridas.

A grande decisão: É necessário dar a Deus o lugar de honra: (Js. 24.15).

Antes de dar a Deus o lugar de honra no lar é preciso dar a Ele o lugar de honra em seu coração.

Está pronto para essa primeira decisão? Entregue agora mesmo sua vida a Cristo. Ele, e somente ele, tem poder para transformar sua vida e seu lar.

    Pr. Manoel F. Cano



MFC
 


© 2015 CBBN | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR INOVA.